Personal


"quem quiser ter sossego não tem de achar nada, nunca, sobre nada."

Poetry

If brazilian or portuguese poetry sounds interesting for you, I have selected some ones.


Urgentemente

É urgente o amor. 
É urgente um barco no mar.

É urgente destruir certas palavras,
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos,
muitas espadas.

É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.

Cai o silêncio nos ambros e a luz
impura, até doer.
é urgente o amor, é urgente
permanecer.
Eugénio de Andrade


E a carne se fez verbo

E a carne se fez verbo. E o sangue idéia.
E a idéia se fez força e canto e espada.
E trigo semeado e gesto que semeia.
Era um país futuro em cada aldeia
era um país de música nas mãos sem nada.

Eram armas e homens vestido de vento
era um tempo de ser ou de não ser
era Lisboa revoltada e a tempestade
em mil trezentos e oitenta e três
camponeses tambores e uma espada a escrever
com teu sangue em teu chão teu nome português.
Manuel Alegre


Na minha língua...


cada verso é uma
outra geografia.
Manuel Alegre


Perdi o medo de mim. Adeus.
Adélia Prado


Escuto mas não sei
Se o que oiço é silêncio
Ou deus.
[...]
Sophia de Mello Breyner Andresen



Tempo

Tempo
escasso
Caço
Tempo
Te
Ex
Cas...
Laura Cecília

Olho muito tempo o corpo de um poema

olho muito tempo o corpo de um poema
até perder de vista o que não seja corpo
e sentir separado dentre os dentes
um filete de sangue
nas gengivas
Ana Cristina César


O destino do gênio

Em certos os casos, quanto mais nobre o gênio, menos nobre o destino.
Um pequeno gênio ganha fama, um grande gênio ganha descrédito,
um gênio ainda maior ganha desprezo; um deus ganha crucificação.
Fernando Pessoa



Não me procures ali
onde os vivos visitam
os chamados mortos.
Procura-me dentro das grandes águas.
Nas praças,
num fogo coração,
entre cavalos, cães,
nos arrozais, no arroio,
ou junto aos pássaros
ou espalhada num outro alguém,
subindo um duro caminho.

Pedra, semente, sal, passos da vida
Procura-me ali.
Viva.
Hilda Hilst



- Somos de uma outra raça? - perguntei um dia. Meu pai respondeu:
- Ninguém é de uma raça - disse ele - são fardas que vestimos.

Talvez tivesse razão. Mas eu aprendi, tarde demais, que essa farda se cola, às vezes, à alma dos homens.
Mia Couto, Antes de nascer o mundo


Verão

Súbito senti
de longe um forte aroma...
Dama-da-noite!
Yara Shimada

Preto no branco

De colorido já basta
a vida
Cacaso


Sonho

O que faz andar a estrada? ... o sonho
Enquanto a gente sonhar a estrada permanecerá viva.
... para isso que servem os caminhos.
Para nos fazerem parentes do futuro.
Mia Couto, Mar Me Quer

[...]
E há momentos que são quase esquecimento
Numa doçura imensa de regresso.

A minha pátria é onde o vento passa,
A minha amada é onde os roseirais dão flor,
O meu desejo é o rastro que ficou das aves,
E nunca acordo deste sonho e nunca durmo.
Sophia de Mello Breyner Andresen



Noites do Sertão

Não se espante assim meu moço com a noite do meu sertão
Tem mais perigo que a poesia do que o julgo da razão
A tormenta gera histórias é tão vida quanto o sol
[...]
Não se engane que o silêncio não existe no anoitecer
Fala mais vida que a cidade, tem mais lenda a oferecer
[...]
Miton Nascimento


Promessa de uma noite


cruzo as máos
sobre as montanhas
um rio esvai-se
ao fogo do gesto
que inflamo

a lua eleva-se
na tua fronte
enquanto tacteis a pedra
até ser flor
Mia Couto



Ao fio dos dias

Volto triste para casa
e colo o rosto aos lençóis,
com o cheiro a romã do teu corpo
que consumo malembe

ao fio dos dias.

Minha alma perdida
entre as luzes da cidade

a noite entre as mãos
sem saber
o que dela fazer
e do teu calor recolhido
num canto de mim próprio.

Comungando essa solidão
apenas Socrátes -
o meu fiel cão -
para partilhar a Lua.
E. Bonavena


Diremos outras vezes 
que uma esbelta palavra se levanta e canta
o perfeito silêncio que a inventa.
Outras vezes diremos que uma palavra tenta ser
apenas o acto que a desvenda
Ary dos Santos



Terror de te amar num sítio tão frágil como o mundo.

Mal de te amar neste lugar de imperfeição
Onde tudo nos quebra e emudece
Onde tudo nos mente e nos separa.
Sophia de Mello Breyner Andresen



....pertubou-me o amor os sentidos
como no monte o vento aos pinheiros se lança.
Safo



goteja a lâmina
amor!
E. Bonavena


Tentei, lutei,
Não resisti,
Saudade, distância, infinito,
Certeza, mudança, lembrança...
Esperança
Laura Cecília



... em que vos sonho
basta-te saber que morreis demasiado
por viverdes de menos
mas que permaneceis sem preço
Mia Couto



O meu mundo não é como o dos outros,
quero demais, exijo demais;
há em mim uma sede de infinito,
uma angústia constante que eu nem mesma compreendo,
pois estou longe de ser uma pessoa;
sou antes uma exaltada,
com uma alma intensa,
violenta,
atormentada,
uma alma que não se sente bem onde está,
que tem saudade...
sei lá de quê!
Florbela Spanca


Nessas longínquas paragens,
até as almas penadas já se haviam extinto.
Mia Couto, Antes de nascer o mundo



... Quero voltar! Não sei por onde vim...
Ah! Não ser mais que a sombra duma sombra
Por entre tanta sombra igual a mim!
Florbela Spanca



Procuro a tua voz
no olvido algemado da noite
sabia a sal-gema a madrugada
e a fogueira não trazia mutopas
paradas nas bocas kabobas dos velhos
E. Bonavena


Se alguém bater um dia à tua porta,
Dizendo que é um emissário meu,
Não acredites, nem que seja eu;
Que o meu vaidoso orgulho não comporta
Bater sequer à porta irreal do céu.

Mas se, naturalmente, e sem ouvir
Alguém bater, fores a porta abrir
E encontrares alguém como que à espera
De ousar bater, medita um pouco. Esse era
Meu emissário e eu e o que comporta
O meu orgulho do que desespera.
Abre a quem não bater à tua porta!
Fernando Pessoa


[...]
Viveste no avesso
Viajante incessante do inverso
Isento de ti próprio
Viúvo de ti próprio
[...]
Sophia de Mello Breyner Andresen

Ressalva

Versos... não
Poesia... não
um modo diferente de contar velhas histórias
Cora Coralina


Feliz aquele que transfere o que sabe
e aprende o que ensina.
Cora Coralina


Não podemos acrescentar dias à nossa vida, mas podemos
acrescentar vida aos nossos dias
Cora Coralina


Aceite o desafio e provoque o desempate
Desarme a armadilha e desmonte o disfarce
Se afaste do abismo
Faça do bom-senso a nova ordem

Não deixe a guerra começar...
Dado Villa-Lobos / Renato Russo / Renato Rocha / Marcelo Bonfá



A arte de viver é simplesmente a arte de conviver ...
simplesmente, disse eu?
Mas como é difícil!
Mário Quintana


Novo tempo sempre se inaugura
A cada instante que você viver
O que foi já era, e não há era
Por mais nova que possa trazer de volta
O tempo que você perdeu, perdeu, não volta
Embora o mundo, o mundo, dê tanta volta...
Gilberto Gil


O Presente

Presente
O que significa para você?
O tempo?
Que vai com o vento?
Como o pensamento?
Ou um objeto?
Que te dá lembranças
e esperanças?
Leonel Siqueira Martinez Palhares



As Palavras do Pecado


Renunciei ao convento do silêncio, para pecar,
repetidas vezes: com palavras, fluidos e beijos.

Para que irremediavelmente, as portas do céu se abram,
no momento da jubilação das águas!
E. Bonavena



Deus não tem unidade


Deus não tem unidade,
como a terei eu?
Fernando Pessoa






free counters